• Casinha Feliz

O Aconchego da Acolhida

Acolher é uma tarefa importante, mas complicada na mesma medida - como uma criança pode se sentir confortável em um ambiente que está visitando pela primeira vez? Algumas podem levar dias, semanas inteiras e intensas para compreenderem a nova rotina. As mudanças fora do cotidiano escolar também dificultam a absorção das vivências: é irmãozinho novo chegando, mudança de casa, "Tia" nova na sala de aula, o tempo que não consegue decidir se está calor ou frio. São pequenas coisas que geram o conflito entre querer sair de casa e brincar com os amigos, e é exatamente neste ponto que a escola entra, munida de ferramentas que geram o apoio familiar necessário pra enfrentar estes desafios.






É semana de início de período letivo, todo mundo ainda está entrando nos eixos. Se os adultos já precisam de muita força e estruturas emocionais para se adequarem a tantas novidades, as crianças necessitam de ainda mais caminhos que facilitem o processo, porém, que nem sempre serão os trajetos mais fáceis de se trilhar logo nos primeiros dias. O desenvolvimento do laço de afeto com uma nova "Tia", turminha e sala ocorre aos poucos. Existe uma nova linguagem por perto, uma nova maneira de receber e aceitar carinho. Os amiguinhos às vezes são novos, as aulinhas que antes eram um pouco menos desafiadoras agora são um quintal de possibilidades para aqueles que acabaram de desfraldar. Tanto do lado da escola, quanto da família, é preciso união, sensibilidade, paciência e principalmente firmeza de que toda etapa faz parte do início de uma trajetória. São muitas readaptações para encarar do portão até a salinha!



Para gerar mais conforto e o verdadeiro "aconchego" nos primeiros dias de escola, é preciso trabalhar táticas que transformem as salas em um convite para brincadeira. Sejam territórios ou um simples cantinho da leitura, separar em ambientes diversos a salinha abre um leque de experiências possíveis de serem escolhidas pelos pequenos. Um cantinho sempre será o preferido, onde as aventuras serão vividas, mas a mediação e presença de uma professora amorosa e receptiva dentro de sala é essencial - é isso que gera o afeto e também aumenta cada vez mais a vontade dos pequenos de conviver e se habituar com novas emoções! Nada melhor do que gostar de vir para um lugar aonde se encontra carinho, amor e sorrisos por toda parte. Aos poucos, com essa acolhida calorosa, o chorinho da entrada se transforma em vontade de pular da cama e ir correndo pra escola!

0 visualização

   © 2019 Escola Casinha Feliz criado por FabrikArt

  • Facebook Escola Casinha Feliz
  • Instagram Escola Casinha Feliz
  • Facebook Escola Casinha Feliz
  • Instagram Escola Casinha Feliz