• Casinha Feliz

FÉRIAS, ÁGUA E TRANSFORMAÇÃO

Um ano se encerra e outro logo começa – mal dá tempo de piscar e já estamos novamente no fluxo de crescimentos, aprendizados e de novos desafios que começam a surgir, porém, é sempre necessário respirar: o período de férias é essencial para a entrada de novos ares e de maior tranquilidade, permitindo a vivência de um ano menos atribulado nos meses que virão a seguir. As crianças precisam desse instante, contudo, na rotina do mundo atual onde o trabalho não para e as tarefas do dia a dia se acumulam, nem sempre é possível viabilizar um período extenso de descanso ao lado da família, dessa forma, a escola está aqui para esse suporte, provendo um espaço onde os pequenos possam relaxar e também perceber a transição de ano, tendo um tempinho para organizarem as próprias capacidades emocionais e cognitivas ao lado dos amiguinhos.



As propostas com água em dias de calor (raros em Curitiba, mas que, acredite quem quiser, acontecem!), funcionam como um reflexo deste processo de transformação pelo qual os pequenos passam entre o fim do ano que se foi e o início do ano que virá. Em vinte dias eles já chegam enormes na escola! Parece que crescem o dobro do tamanho durante as semanas em que ficaram em casa, passeando, ou viajando para ampliar os horizontes com o papai e a mamãe. Todas essas mudanças e situações vividas são uma fuga da rotina à qual as crianças são tão apegadas, logo, ao entrar pelo portão da escola e encontrar a “Tia” da turminha de braços abertos as esperando, existe um movimento transitório de querer ficar e matar as saudades, mas também de querer voltar pra casa. Mas ao ver a mangueira ligada e os QUINTAIS DE VERÃO montados com conchinhas e amiguinhos com as roupas e fraldinhas encharcadas, as inseguranças vão por água abaixo!






Molhar o corpo da cabeça aos pés enfatiza diversos aspectos que estão sendo produzidos no subconsciente da criança: significa que é verão, que é momento de brincar, de se sujar, de aproveitar os dias quentes. Tomar um banho de mangueira gera energia e folia pra todo lado pelo gramado, mas depois, quando o sol já vai diminuindo e chega a hora do lanchinho, o corpo dos pequenos relaxa. Os músculos ficam menos rígidos e a mente mais relaxada. Aos poucos, bate aquele soninho, e chegam em casa já prontos para mais uma soneca. É durante o sono, após o corpo cansar de estar em contato com o peso e o fluxo da água, que a criança respira em paz e absorve tudo aquilo que foi vivenciado durante uma única tarde. Esse também é um ciclo prazeroso dentro das semanas de férias e obrigatório para atender as necessidades de seus organismos.



Água é memória, água é vida e fluxo de energias. Um material simples e à disposição, que contextualizado a forma certa, proporciona experiências inigualáveis para as crianças, deixando-as prontas para mais dias de euforia. Permitamo-nos também como adultos, como pais e responsáveis, brincarmos com os pequenos no final de semana, nos molharmos junto, cair de ponta na piscina ou jogar um balde de água gelada na cabeça, assim rindo, assim descansando em seguida. Assim, nos preparando para mais uma etapa de responsabilidades e crescimento – afinal, ter uma criança em casa também é estarmos em constante mudança interna.

0 visualização

   © 2019 Escola Casinha Feliz criado por FabrikArt

  • Facebook Escola Casinha Feliz
  • Instagram Escola Casinha Feliz
  • Facebook Escola Casinha Feliz
  • Instagram Escola Casinha Feliz